Vida e Estilo

  • Quarta-feira, 18 de Outubro
  • Onde quer que vá, vá com o coração!
Vida e Estilo

Matéria

Sexta-feira, 14.04.17 às 19:46 / Atualizado em 14.04.17 às 19:46

O profissional na rede social

Juliana Ribeiro
StockImage/Divulgação Homem no notebook - 15042017

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de assinante:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do
Diario da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

StockImage/Divulgação Homem no notebook - 15042017

Muitas pessoas pensam nas redes sociais apenas como uma ferramenta para descontração, o que não é errado, desde que tomados os devidos cuidados. Por outro lado, uma boa parcela mais antenada já percebeu que o uso adequado dessas ferramentas de comunicação pode potencializar a carreira, promovendo o crescimento profissional e o network, destaca o consultor de RH Celso Bazzola, da Bazz Estratégia e Operação de RH, de São Paulo. 

Para Regiane Martins, coach de alta performance executivo e pessoal e fundadora do Life Coaching Center, em Rio Preto, explica que a pessoa pode e deve usar as redes sociais de forma profissional se isso fizer sentido pra ela. “Aliás, as redes sociais são hoje uma das formas mais baratas e efetivas de promover seu produto ou fortalecer sua imagem. O único problema é que se você não tomar cuidado, o efeito pode ser reverso”, alerta. 

“O principal cuidado que você deve ter nas redes para não perder o foco profissional é entender que tem sempre alguém te observando. Desde as postagens que você faz e até se você fica muito tempo disponível em redes como o Facebook. Isso diz muito sobre quem você é, o que você pensa e as atitudes que tem”, acrescenta Regiani. 

Não perca o foco

Emerson Místico, comunicólogo, publicitário, especialista em marketing e vendas e atual docente e coordenador dos cursos de pós-graduação em marketing digital, e-commerce e gestão de marketing do Senac Rio Preto, explica que o mais importante é entender qual o objetivo pretendido para cada mídia e adequar sua produção de conteúdo ou curadoria. 

“Se a ideia é buscar uma recolocação profissional dentro de sua área de atuação, compartilhar conteúdo de terceiros é menos interessante do que a produção própria, que mostra seu conhecimento”, diz o especialista.

“O conceito neste caso é se tornar conhecido por boas postagens e referência em um certo assunto, mesmo que seja regionalmente. Já no caso de divulgação de pequenos negócios, vale a mesma regra que se usa para grandes empresas, o relacionamento, criar conteúdo exclusivo e buscar entender o comportamento do público”, orienta. 

Para Místico, uma forma de não perder o foco é entender para quem se deseja mostrar o trabalho. “É necessário ter em mente qual é o interesse deste público para poder entregar o conteúdo certo. Isso significa também respeitar as características das redes. Por exemplo, no caso de um artista que deseja vender sua arte, uma mídia que permite a divulgação de imagens de maneira nativa, como o Instagram, é mais eficiente que um microblog como Twitter. Também é necessário cuidar da sua curadoria de conteúdo”, diz ele. 

“Compartilhar ou curtir piadas ou outros tipos de postagens que não façam referência a sua imagem profissional, no perfil que escolheu como profissional, pode deixar transparecer uma certa falta de cuidado. Aquilo que aparece na linha do tempo do seu perfil é tido como parte da sua personalidade on-line”, frisa.

Dicas

Evite debates inúteis

Nas redes sociais existem momentos tensos, de debates políticos, religiosos e outros assuntos polêmicos. Por mais que possa ‘coçar’, evite entrar nesse tipo de conversa. “Repare que geralmente essas não levam a lugar nenhum e não terminam bem”, destaca o consultor de RH Celso Bazzola, da Bazz Estratégia e Operação de RH, de São Paulo

Empresa de olho

Pesquisas comprovam que um grande número de empresas usa a análise do Facebook como parte do processo de seleção. “Sendo assim, escolha a dedo o tipo de foto e conteúdo antes de postar. Fotos com bebidas alcoólicas ou em situações vexatórias podem ser escolhas que atrapalhem seus resultados”, orienta Regiane Martins, coac de alta performance executivo e pessoal

Saiba separar a vida pessoal da profissional

Não significa que nunca se deve mostrar um lado pessoal. Apenas ser comedido. “Ninguém fora do círculo de família e amigos quer perder tempo buscando suas informações profissionais em meio <EM>
a piadas e vídeos de gatinhos que compartilhou”, declara Emerson Místico, especialista em marketing e vendas. 

Pense antes de escrever algo

Analise os pontos positivos e negativos de uma postagem. “Sei que parece chato, e tira um pouco a graça dessas redes, mas essa é a única forma de garantir que o postado nas redes sociais não vai interferir no lado profissional. As pessoas hoje têm acesso ao que você faz 24 horas. Por isso, preserve sua imagem. Lembrando que ser feliz não o que se está na rede mundial”, ensina Celso Bazzola

Cada mídia tem sua linguagem própria

Não adianta você trabalhar da mesma forma em todas. “Então, entenda qual a melhor forma de se comunicar em cada uma delas e assim terá mais ganhos. Apesar do Linkedin ser a mídia mais focada na parte profissional, as demais também podem ser trabalhadas para fortalecer sua marca profissional. Conheço uma personal trainer que fortaleceu seu nome e aumentou seus resultados quando melhorou sua forma de interagir no Facebook e Instagram”, observa Regiane Martins.

Análise seu público alvo

“Estudar o público que deseja atingir, para entregar conteúdo de qualidade e relevância. Isso facilita na hora da escolha de temas, ou mesmo do seu portfólio a apresentar”, sugere Emerson Místico

 

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.