Política

  • Segunda-feira, 23 de Outubro
  • Onde quer que vá, vá com o coração!
Política

Matéria

Domingo, 19.03.17 às 00:00 / Atualizado em 18.03.17 às 20:10

Mapa mostra por onde Edinho vai começar a fechar buracos de rua

Rodrigo Lima
Guilherme Baffi Amaury Hernandes - 19032017
Amaury Hernandes, responsável por definir mapa do recapeamento

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de assinante:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do
Diario da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Guilherme Baffi Amaury Hernandes - 19032017
Amaury Hernandes, responsável por definir mapa do recapeamento

Os cem primeiros dias de governo se aproximam e sem muito o que mostrar, o prefeito Edinho Araújo (PMDB) corre contra o relógio para pelo menos anunciar uma ação de efeito: o recapeamento de ruas de Rio Preto. Serviço que, aliás, já era para estar pronto desde o ano passado, e que contribuiu bastante para vitória do peemedebista em outubro. Edinho quer autorizar o mais breve possível - para que em 10 de abril, quando completa o centésimo dia no cargo, já haja algum trecho pronto - a ordem de serviço para que a empresa Noromix comece o recapeamento pelo qual a Prefeitura vai pagar R$ 10,4 milhões.

A Secretaria de Trânsito já definiu ruas e avenidas que vão receber o novo asfalto. O Diário teve acesso com exclusividade a planilhas dos locais com técnicos das pastas de Obras, Planejamento e Trânsito. O recapeamento será feito nas ruas onde há maior movimentação de veículos e nos acessos aos bairros. “Estamos fazendo um programa bem-feito. Tenho andando muito a cidade e tenho condições de fazer um projeto muito positivo aproveitando ao máximo esses recursos”, afirmou Edinho.

O prefeito diz ainda que a administração também vai intensificar o serviço de tapa-buraco com mais equipes das secretarias de Trânsito e de Serviços Gerais. “Dentro de 10 dias aproximadamente vamos ter o início do recapeamento. A prioridade está sendo levantada. Há um pré-projeto, quando se fez a proposta e agora estamos atualizando”, afirmou o prefeito na última semana.

O secretário de Planejamento, Israel Cestari, disse que a lista final de ruas que serão recapeadas vai passar pelo crivo de Edinho. “Não vou fazer uma rua lá no final de Rio Preto e não fazer por exemplo a rua Prudente de Moraes”, afirmou Cestari, ao dar um exemplo do critério para definir os lugares que serão recapeados. “Vamos priorizar os locais com maior tráfego”, enfatizou ele.

De acordo com o projeto, o recapeamento vai abarcar avenidas como a Brasilusa - em ambos os sentidos -, a avenida Potirendaba, parte das avenidas Juscelino Kubitschek, Bgadeiro Faria Lima, Fortunato Ernesto Vetorasso, Domingos Falavina e da Romeu Strazzi. O Diário apurou que a obra de recuperação asfáltica começará pelas avenidas. A empresa terá de abrir três frentes de trabalho simultâneas.

Clique AQUI para ver o mapa do recapeamento:

Licitação enrolada

Só em fevereiro, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) destravou a licitação aberta pelo ex-prefeito Valdomiro Lopes (PSB) em maio do ano passado para resolver, em meio à campanha eleitoral, um dos principais problemas da gestão dele, os buracos nas ruas. Valdomiro não admite publicamente, mas o bloqueio da licitação na Justiça jogou um balde de água fria nas pretensões do ex-prefeito de eleger o seu sucessor, o deputado estadual Orlando Bolçone (PSB), derrotado nas urnas por Edinho.

Em setembro de 2016, com a licitação já suspensa pela Justiça, o Diário publicou pesquisa realizada pelo Instituto PHD que colocou os buracos nas ruas como o principal problema da cidade para 53,3% dos entrevistados no levantamento. Até mesmo aliados do ex-prefeito, como o deputado estadual Vaz de Lima (PSDB), atribuem a derrota de Bolçone ao desmazelo com a “zeladoria” da cidade, cuja face mais visível é a excessiva quantidade de buracos nas ruas - problema ainda longe de ser resolvido por Edinho.

A licitação acabou na Justiça porque o governo Valdomiro desclassificou a empresa Noromix - empresa de Votuporanga ligada ao Grupo Scamatti -, que acabou inabilitada após questionamento apresentados pela Constroeste, segunda colocada na disputa. O desembargador e relator do processo no Tribunal Coimbra Schmidt não acatou os argumentos da Constroeste, que havia proposto executar o recapeamento por R$ 11,2 milhões. Ele concluiu que caberia ao município acatar o preço mais vantajoso oferecido pela Noromix.

Recapeamento tem vida útil de 5 anos

Assessor especial da Secretaria de Trânsito de Rio Preto, Amaury Hernandes afirmou que o recapeamento tem durabilidade de até cinco anos. Ele disse que, paralelamente à renovação da pavimentação, a Prefeitura vai continuar com o serviço de tapa-buraco. Na última semana, foram executadas a recuperação de ruas da Vila Toninho. 

De acordo com o técnico, o serviço a cargo da Noromix vai recapear cerca de 700 mil metros quadrados de ruas. “O prefeito vai chamar (a empresa) provavelmente na semana que vem (nesta semana) e assinar a ordem de serviço”, disse ele, responsável pela definição das ruas que serão recapeadas. De acordo com o assessor, um dos principais objetivos é dar mais “fluidez no trânsito em Rio Preto”. “Está muito complicado”, disse. 

Economia

O secretário da Fazenda, Angelo Bevilacqua, afirmou que o município segue com austeridade dos gastos. “Só vamos gastar o que realmente for necessário. É a nossa orientação para os secretários”, afirmou. A falta de recursos neste início de governo fez com que o prefeito Edinho Araújo (PMDB) fosse até Brasília atrás de recursos e restabelecesse parcerias antigas para a realização de eventos. No caso do Festival Internacional de Teatro (FIT), ele recorreu ao Sesc. A falta de dinheiro provoca cortes na administração. Já foram dispensados 120 terceirizados. “O período é de desemprego. É a crise econômica”, diz o secretário de Governo, Jair Moretti. O recapeamento vai ser feito com empréstimo obtido junto ao governo estadual.

 

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.