Política

  • Terça-feira, 21 de Novembro
  • Onde quer que vá, vá com o coração!
Política

Matéria

Sábado, 15.07.17 às 00:00 / Atualizado em 14.07.17 às 23:57

Ampliação da ETE vai custar R$ 45 milhões

Rodrigo Lima
Johnny Torres Nicanor Batista - 15072017
Superintendente do Semae, Nicanor Batista discursa durante evento

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de assinante:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do
Diario da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Johnny Torres Nicanor Batista - 15072017
Superintendente do Semae, Nicanor Batista discursa durante evento

O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (PMDB), assinou nesta sexta-feira, 14, autorização para o início das obras de ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Serão liberados cerca de R$ 45 milhões para a obra, do quais R$ 27 milhões só em novos interceptores, além da construção de uma estação para receber o esgoto do distrito de Talhado. Os recursos são do governo federal, segundo o superintendente do Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto (Semae), Nicanor Batista.

“Um passo importante para consolidarmos o tratamento de esgoto para o futuro. Projetando a cidade para 600 mil habitantes. Hoje estamos bem servidos na questão de tratamento de esgoto e abastecimento de água para que possamos atrair novas empresas”, afirmou Edinho. O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, também participou do evento, já que articulou a liberação dos recursos junto ao governo federal. Ele destacou que a ampliação vai possibilitar o tratamento de 100% do esgoto. 

“A consciência do povo indica que cada vez mais saneamento é saúde. E meio ambiente também é saúde”, afirmou. No total, Rio Preto deve receber R$ 80 milhões de Brasília para investir no setor. A outra parte do dinheiro está reservada para investimentos na rede de água, como a reforma e ampliação da Estação de Tratamento de Água (ETA). O secretário Nacional de Desenvolvimento do Ministério das Cidades, Olavo de Andrade Lima Neto, disse que Rio Preto “está em uma situação privilegiada quando o assunto é saneamento básico”.

 

 

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.