Esportes

  • Sexta-feira, 20 de Outubro
  • Onde quer que vá, vá com o coração!
Esportes

Matéria

Sexta-feira, 21.04.17 às 00:00 / Atualizado em 20.04.17 às 22:15

Juíza abre prazo para o América eliminar dívidas trabalhistas

Ozair Júnior
Mara Sousa Presidente Italiano, do América - 21042017
O presidente Italiano diz que vai contratar uma empresa de São Paulo para elaborar o projeto

A diretoria do América tem um mês para aderir ao Regime Centralizado de Execução (RCE) junto ao Corregedor Regional do Tribunal do Trabalho da 15ª Região e assim evitar que o estádio Teixeirão volte a ser leiloado para o pagamento das dívidas trabalhistas com ex-funcionários, que chegam a R$ 8,2 milhões

A juíza Daniela Borges, da Justiça do Trabalho de Rio Preto, estabeleceu o prazo, que vence no dia 22 de maio, após o Rubro pedir a suspensão da execução da conta por 120 dias. “Na inércia, ou transcorrido referido prazo sem qualquer notícia, reinclua-se o imóvel... em Hasta Pública”, consta no despacho da juíza, publicado na segunda-feira, dia 17.

Se aderir ao provimento do TRT, o América poderá parcelar a dívida em até dez anos, porém, terá de apresentar garantias no projeto para bancar uma parcela que pode chegar a R$ 70 mil por mês. “Fui orientado pelo departamento jurídico da federação a contratar uma equipe de São Paulo para cuidar de tudo”, disse o presidente Luiz Donizete Prieto, o Italiano. “Essa empresa tem feito projetos para outros clubes, que foram aprovados pelo corregedor”, acrescentou.

O cartola não sabe o nome da empresa e o custo da formulação do projeto, que antes de ir à corregedoria, passará por uma avaliação prévia da juíza em Rio Preto. “Vão me passar ainda. Na segunda-feira (24) me reúno com eles, que já fizeram esse trabalho para dois clubes”, disse Italiano. “O América não pode perder o seu patrimônio por causa disso. Vamos fazer o que for preciso”, emendou.

O provimento publicado em dezembro do ano passado permitirá aos clubes parcelar dívidas trabalhistas, porém, eles têm de apresentar um planejamento minucioso de como poderá sanar as dívidas. No caso do América, elas são referentes a 143 ações trabalhistas já transitadas e julgadas.

O projeto deve conter documentos com todos os passivos do clube em quaisquer órgãos judiciários ou administrativos, planos de refinanciamento, demonstração contábil dos prejuízos sofrido pelo clube por conta dos débitos, balanços anuais auditados, indicação de fontes de receita, além da previsão de receita não só com cotas da federação, mas também com patrocínios, rendas de jogos e parcerias.

A Justiça do Trabalho tenta vender o Teixeirão desde 2013 para pagar as dívidas do clube. O único patrimônio do América está penhorado e está avaliado judicialmente em R$ 35 milhões.

Mais opções para o 1º jogo em casa

Em campo, o América faz neste sábado, 22, sua primeira partida em casa na quarta divisão. O Rubro recebe o Osvaldo Cruz, 15h30, no Teixeirão. O técnico Renato Ferreira ganhou três opções para escalar o time. O zagueiro Alisson Ribeiro, o atacante Erick Petrick e o meio-campistas Pedro Santos tiveram suas documentações regularizadas. Outros atletas ainda estão sendo avaliados pelo treinador. Casos dos atacantes estrangeiros Sylvanus (do Benim), Moises Gonzalez (o Messi Baby paraguaio), além de Xilú, 20 anos, que veio emprestado pelo Alecrim-RN.

 

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.