Artes Visuais

  • Sexta-feira, 20 de Outubro
  • Onde quer que vá, vá com o coração!
Artes Visuais

Matéria

Domingo, 13.08.17 às 00:00

Hoje é o último dia para conferir o Perfídia

Francine Moreno
Jorge Etecheber/Divulgação JORGEETECHEBER(12)_WEB
Abertura do Perfídia, na última quinta-feira, no Municipal: primeira edição termina hoje com saldo positivo

O que acha de assistir neste domingo, 13, às 16h, a uma performance que une linguagens da dança (butoh), música (eletrônica) e poesia (spoken word)? Se achar bacana, basta ir até o Parque da Represa (Lago 2) para ver Curva, produção de Beatriz Ri, Enzo Quinsan e Rodrigo Roma. Os artistas de São José dos Campos se dispõem ao encontro com o ambiente e propõem a ressignificação deste local, estabelecendo um novo sentido a partir das ações no espaço urbano e com interação com o público.

A produção, que cria um diálogo com a dança e a poesia, integra a programação do Perfídia - Festival de Performance e Novas Mídias, que segue até este domingo, 13, em Rio Preto. Realizado pela primeira vez na cidade, o festival é um evento cultural inédito na região e reúne trabalhos em que o corpo se relaciona com tecnologias digitais.

O Perfídia é realizado pelo coletivo Agrupamento Andar7, que tem a rio-pretense Luciana Ramin como uma das integrantes. O coletivo multimídia é fruto de um processo de pesquisa estética e conceitual em performance, teatro, cinema e artes visuais. Radicada em São Paulo, Luciana afirma que o festival propõe uma pesquisa que terá um processo continuado depois de seu encerramento.

O evento, que conta também com uma grade de atividades formativas, propõe também um diálogo com a cidade e com seus profissionais. “Desde o início a ideia foi criar interlocutores, dar frutos, compartilhar conhecimento.”

Uma destas ações é a palestra “Construção site specific e tecnologia: em busca de dramaturgias singulares”, com a Ex-Companhia de Teatro, de São Paulo, que está agendada para este domingo, às 15h, na Casa de Cultura Dinorath do Valle.

No encontro, o diretor e dramaturgo Bernardo Galegale compartilha com o público a experiência de construção de dramaturgia em site specific e o uso das tecnologias digitais na ExCompanhia de Teatro, em suas quatro obras, que inclui EU - Negociando Sentidos, Jornada, Frequência Ausente 19Hz e O Enigma Voynich .

Já às 17h, na Praça Cacilda Becker, está marcada a palestra-performance #Versa.com, com Rodrigo Munhoz aka Amor Experimental, de São Paulo-SP. Ele, que transita pela arte da performance, fotografia, vídeo e educação, compartilhará uma série de processos artísticos com o público. “Assim como toda programação, o trabalho de Munhoz precisa ser visto. É uma performance ousada”, afirma Luciana.

Das 18h às 22h, na Praça Cacilda Becker, a programação será intensa e inclui a videoinstalação interativa Qto vc ocupa?, do Agrupamento Andar7. Já das 19h às 22h, novamente na Casa de Cultura, rola uma exibição de videoperformances.

Luciana está em Rio Preto desde o dia 5. Envolvida 24 horas com a produção do Perfídia, ela conversou com os artistas convidados e com o público e já faz um balanço positivo do evento, que teve início na quinta-feira, 10. “Ele precisa continuar na busca de produção, apoiadores e parceiros, e no encontro de novas formas de gestão, com possibilidade de encontros, desdobramentos, exercícios e trabalho colaborativo para levantar meios e materiais para novas produções”, argumenta.

Os artistas convidados viram no festival, segundo ela, um espaço para continuarem suas experiências e pesquisas, principalmente pela falta de lugares públicos para se apresentar. Luciana afirma que o festival revelou que precisa ainda ser feito um trabalho de formiguinha para criar futuras plateias. “Para atrair ainda mais público é preciso uma continuação. Precisamos repetir para ter mais adesão.”

Para ela, a arte precisa ser inovada diariamente. “A inquietação do artista deve fazer parte da vida dele. É uma missão e militância buscar e reinventar novas coisas e informar. O artista é um agente transformador.”

O que rola hoje

  • 15h - Palestra ‘Construção de site specific e tecnologia’ (ExCompanhia de Teatro). Casa de Cultura. Gratuito
  • 16h - Intervenção Curva (Batriz Ri, Enzo Quinsan e Rodrigo Roman). Parque da Represa (Lago 2). Gratuito
  • 17h - #Versa.com (Rodrigo Munhoz). Praça Cacilda Becker. Gratuito
  • 18h às 22h - Lounge de DJs e VJs (VJ Spetto, Paulo Brazyl e Andar 7). Praça Cacilda Becker. Gratuito
  • 19h às 22h - Exibição de vodeoperformances. Casa de Cultura. Gratuito
  • 19h - Performance U(IN)versus (Coletivo RE(C)organize, Mirella Brandi e Muepetmo). Praça Cacilda Becker. Gratuito
  • 20h - Performance Middle Tech (Clássicos de Calçada). Praça Cacilda Becker. Gratuito 

Comentários

Recomendadas

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha? Clique Aqui!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 15,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Facilite seu acesso agregando uma
conta de rede social ao seu perfil
Sexo
Confirme seu cadastro

Para acessar nossos conteúdos especiais é necessario que você ative seu cadastro.

Acesse seu e-mail e clique no link que lhe enviamos. Caso não tenha recebebido, digite abaixo seu e-mail.