Diário da Região

07/07/2019 - 00h30min

SANEAMENTO

Mirassol alcança 100% de tratamento de esgoto

Após investimentos de R$ 12 milhões, ETE coloca a cidade em destaque no cenário nacional

created by dji camera
created by dji camera

Mirassol acaba de alcançar a universalização dos seus serviços de água e esgoto. O município inaugurou no último dia 4, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Fartura. A previsão é que dentro de dois meses a cidade passe a ter todo o seu esgoto tratado - esse é o tempo que deve levar os testes, a formação de cultura de bactérias e a liberação para o funcionamento, emitida pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). Ou seja, em pleno funcionamento o índice de tratamento de esgoto da cidade, que hoje atinge 80% da população, será de 100%. De acordo com o Sistema Nacional de Informações sobre o Saneamento (SNIs), a média brasileira é de apenas 42% de esgoto tratado.

Segundo o diretor da concessionária Sanessol, Antonio Hercules Neto, a entrega é um marco histórico. “É importante resgatar que há 11 anos não existia tratamento de esgoto no município. Em poucos anos, foram construídos três sistemas, obras importantes para o desenvolvimento local, o aumento da qualidade de vida dos moradores e a preservação dos recursos naturais”, explica. Ao longo desses 11 anos, foram investidos R$ 50 milhões.

Para o Secretário de Meio Ambiente, Hermes Gelsi, o feito é um marco importante na história de Mirassol. "No Brasil são poucas cidades que coletam e tratam 100% do seu esgoto, apenas 2% dos municípios. É um privilégio nossa cidade estar entre elas", conta ele.

Uma pesquisa da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), mostra que são apenas 51 cidades de pequeno e médio porte no país. Sendo Mirassol ranqueado entre os oito municípios na região do Noroeste Paulista em destaque na pesquisa.

Além disso a estação de tratamento passa a integrar um sistema junto com as outras duas já existentes na cidade. Segundo Hermes cada uma está presente na nascente de três rios, portanto elas contribuem também para o aumento da qualidade de vida ao preservar o meio ambiente em outros municípios da região.

"Ao longo do seu trajeto de córrego, um rio vai se associando a outro, então o beneficio é que além de Mirassol, todas as cidades que esses córregos passam também serão beneficiadas. Além disso a fauna e a flora se desenvolvem melhor, em uma área que tem um rio despoluído", explica ele.

Investimento

Foram investidos aproximadamente R$ 12 milhões em uma instalação que ocupa uma área de 15 mil metros quadrados, fazendo com que Estação Fartura tenha capacidade para tratar cerca de 130 mil litros de esgoto por hora. O novo sistema possui além da ETE, outras três estações de bombeamento e um emissário de mais de dois quilômetros que leva o esgoto das casas até o local. Os moradores dos bairros Condomínio Tedeschi, Condomínio Fartura, São José, Renascença, Vale do Sol, Miraflores, Cohab I, Parque da Nascente do São José, São Bernardo IV e San Diego serão os beneficiados.

Técnica avançada

Além disso, tecnologia de ponta está sendo utilizada no tratamento. Segundo Antonio, a estação utiliza uma membrana de ultrafiltração que faz com que a água devolvida ao rio seja de extrema qualidade.

O processo começa com a passagem do efluente (resíduos do esgoto) por um sistema de pré-tratamento com gradeamento automático e por um processo de retirada de areia. Logo após, os fluídos seguem para uma lagoa que é mantida com micro organismos responsáveis pela decomposição da matéria orgânica, para que a carga poluidora possa ser reduzida ao máximo.

Em seguida o efluente segue finalmente para o tanque com as membranas, onde é filtrado retirando com eficiência atendendo as exigências dos órgãos ambientais. O processo termina na escada hidráulica, onde esse efluente é oxigenado para que então possa ser destinado ao córrego Fartura.

Antonio explica que todo esse processo é de extrema importância não só para o meio ambiente, mas também para a saúde da população da cidade.

"A cada real investido no saneamento economizamos R$ 9 reais na saúde pública, pela diminuição das doenças que são causadas por veiculação hídrica. Ou seja, menos doenças são causadas pelo esgoto", conta ele.

Outro ponto positivo do novo projeto da Sanessol está na colaboração com estudos divulgados pelo Instituto Trata Brasil, apontando que a universalização dos serviços de água e esgoto gera um aumento da produtividade de trabalho, já que menos pessoas faltam devido a doenças, melhores índices de educação nas escolas e a valorização imobiliária, o que reflete também no turismo. 

Números da ETE Fartura

  • Cerca de R$ 12 milhões de investimento
  • 331 dias de trabalho
  • 3 elevatórias de esgoto
  • 2,2 quilômetros de emissário
  • 10 bairros atendidos
  • 11,5 mil pessoas beneficiadas
  • 130 mil litros de esgoto tratado por hora
  • 6 mil metros cúbicos de terra foram retirados para a construção da lagoa, o que representa três piscinas olímpicas

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo para
ganhar + 3 matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 16,90

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.