Diário da Região

07/02/2019 - 00h50min

ECONOMIAS

5 situações em que você pode usar sua reserva de emergência

A reserva de emergência não deve ser usada em qualquer momento

Pixabay / Banco de imagens Em algumas situações é preciso entender se usar a reserva de emergência é uma boa escolha
Em algumas situações é preciso entender se usar a reserva de emergência é uma boa escolha

Ter uma reserva de emergência é importante, mas muitos têm dificuldade de juntar esse dinheiro, seja por dificuldades financeiras ou porque não têm o hábito de poupar e gastam o dinheiro sempre que a situação aperta um pouco.

Afinal, qual o momento certo de usar a sua reserva de emergência? O Caiu na Conta, com informações do Banco Sofisa Direto e do Me Poupe, listou cinco situações que são indicadas a usar a reserva de emergência:

1. Quitação de dívidas

Pode ser que, sem perceber, você acabe contraindo uma dívida. Por conta disso, é necessário estar preparado para lidar com esta questão de imediato.

Nessas circunstâncias, seu fundo de emergência deve ser utilizado sem arrependimentos, pois não resolver este problema rapidamente pode gerar uma bola de neve.

2. Demissão

No caso da perda de uma renda, seja por problemas de saúde ou do setor, infelizmente as contas continuam acumulando. Até que a situação se normalize, é necessário usar o dinheiro do fundo de emergência, até mesmo para não aumentar as dívidas.

Por conta disso, guarde sempre o equivalente a 6 meses dos seus custos mensais para que você possa ter meio ano para procurar outra fonte de renda.

3. Reposição de bens materiais

Não é sensato gastar o dinheiro da reserva para comprar um carro novo, mas se o carro for seu instrumento de trabalho, isso pode ser considerado um caso de emergência. Isso também vale para aquele computador ou celular que deu problema, ou itens domésticos que são essenciais para o dia a dia. Dê preferência a pagamentos à vista para evitar juros.

4. Problemas de saúde

Mesmo que você tenha um plano de saúde, os custos médicos costumam ficar bem altos. Recorrer à reserva vai ajudar a cobrir gastos extras com tratamentos e consultas.

Além disso, você pode precisar desta reserva para manter as contas em dia, ainda mais caso você seja autônomo, já que algumas doenças o impossibilitam de trabalhar.

5. Torne-se seu próprio credor

Use a sua reserva como um tipo de empréstimo para si mesmo. Dessa forma, você não precisa recorrer ao cheque especial e ao cartão de crédito toda vez que precisar de um dinheiro extra para, por exemplo, terminar uma reforma na casa.

Além disso, use este dinheiro para aproveitar descontos em pagamentos à vista como a mensalidade escolar. Mas lembre-se sempre de repor o dinheiro usado nos próximos meses.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso